23 de fev de 2012

Dominó

Fotografia: Wanly de Marino
Texto: Rodriane DL



Minha mãe meteu o dominó pelo meu pescoço quando me pegou com a cara enfiada na tigela de macarrão frio. Não era nada com a comida, era com a geladeira novinha em folha e intocável. As meninas já lá fora com os olhos verde-veneza tapados e uma maquiagem que deixava qualquer cara com molho feliz. Sorri com o canto dos lábios sujos e escondidos. Pensei que eram bonitas aquelas poças de bolinhas coloridas que os confetes deixavam. Pensei em rasgar a fantasia das meninas. Pensei que o carnaval tinha começado e eu podia fazer qualquer coisa, mas minha mãe só pensa na geladeira nova.
Tem passado muito pensamento pela minha cabeça.
Pois um dia desses eu mato qualquer um e meto o dominó pelo meu pescoço.
Duvido que minha mãe me pegue.


Leia este e outros contos da Rodriane DL no blog: caramelosestragados.blogspot.com


Nenhum comentário:

Postar um comentário